quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

O que significa arrebatamento da igreja

O que significa arrebatamento da igreja

A palavra arrebatamento é sinônima de rapto, do Latim rapio, que quer dizer “tirar para fora”. O Arrebatamento, então, é momento em que o Senhor vem nas nuvens de glória, fisicamente (veja Atos 1.11), para levar deste mundo – também fisicamente – todos aqueles que morreram em Cristo e os que estão vivendo como crentes no Salvador. I Tessalonicenses 4.16-17 o descreve: “ Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles [os mortos em Cristo] nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.”
Assim como a palavra “Trindade” não está na Bíblia, a palavra “Arrebatamento” também não está, mas com um exame cuidadoso das Escrituras descobrimos que ambas são claramente explicadas. Também a palavra “Bíblia” não está na Bíblia, mas todos sabemos que ela é a “Bíblia”!

Um Mistério…

Em I Coríntios, capítulo 15, o Apóstolo Paulo nos ensina sobre a certeza da ressurreição de todos os crentes dentre os mortos. Ele também nos ensina que nossos corpos mudarão, serão transformados em um maravilhoso corpo eterno e imortal. Paulo declara que os nossos novos corpos trarão “ a imagem do celestial ” (verso 49), e no verso 50 ele explica porque precisamos de novos corpos, “ E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção. ” Então, como serão esses corpos?

Bem, o Senhor Jesus mesmo é o nosso exemplo. O Ressureto Senhor Jesus podia aparecer e desaparecer conforme a sua vontade (Lucas 24.31; João 20.19). Podia se mover através de paredes sólidas (João 20.19,26). Podia ser visto e sentido (Mateus 28.9; Lucas 24.36-42). Ele podia comer alimentos, apesar de ser aparentemente desnecessário (Lucas 24.41-43). Apesar de glorificado, Jesus podia ser reconhecido (Lucas 24.30-31). Nossos corpos ressuretos não mais experimentarão morte, envelhecimento, choro, tristeza ou dor (Apocalipse 21.4). Não sei quanto a você, mas eu não posso esperar por meu novo corpo. Então, isso significa que todos precisaremos morrer para conseguir nosso novo corpo?

Bem, na metade do ensinamento de Paulo sobre a ressurreição, ele diz, “Ouçam”, deixem-me mostrar um mistério. Ele continuou dizendo:

“Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.” I Coríntios 15.51-57

Esse mistério é o Arrebatamento. Então, agora não é mais um mistério. Chamamos de arrebatamento porque “rapio” significa “tirar para fora” em Latim. Vamos examinar I Coríntios 15.51-57 com muito cuidado, para recebermos toda a extensão do impacto. Primeiro, … nem todos dormiremos (morreremos, pereceremos), mas seremos TODOS transformados (TODOS os crentes, não só alguns), …num momento, num abrir e fechar de olhos (repentinamente, violentamente), …os mortos (crentes que morreram) …ressuscitarão incorruptíveis (imperecíveis, eternos, indestrutíveis), e nós seremos transformados (receberemos nossos novos corpos celestiais). Pois o que é corruptível (habitantes da terra, humanos) precisa se revestir de incorruptibilidade (eternidade, indestrutibilidade).

A Prova do Velho Testamento

Vamos primeiro ao Velho Testamento para ver se podemos apontar na direção correta.

Tudo bem, você quer mais provas. Eu achei que sim, então tomei a liberdade de encontrar mais versículos. Tanto o Velho quanto o Novo Testamento contêm provas escriturais descrevendo o Arrebatamento e até mesmo nos falam de duas pessoas que foram arrebatadas no Velho Testamento. Sim, o Arrebatamento não é uma idéiá nova, como alguns sugerem, mas ocorreu antes do tempo de Jesus na Terra.

Enoque Arrebatado

No Livro de Gênesis, o primeiro da Bíblia, lemos a história de um homem chamado Enoque. A Bíblia Diz: “ E viveu Enoque sessenta e cinco anos, e gerou a Matusalém. E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas. E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos. E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou. ” Gênesis 5.21-24

Assim, bem no comecinho da Bíblia, o primeiro Arrebatamento acontece. Num momento Enoque está na terra, então, BUM!, no momento seguinte, num piscar de olhos, ele está no Céu. O Novo Testamento, no Livro de Hebreus, isso é reforçadô. Lemos em Hebreus 11.5: “ Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus. ”

Você pode imaginar quão misterioso e excitante o Arrebatamento será, VOCÊ ESTÁ PRONTO?

Elias Arrebatado

Hei, eu pensei que você tinha dito que existem duas ocorrências de Arrebatamento no Velho Testamento! Agüenta aí, eu já estava chegando ao Arrebatamento nº. 2, a história de Elias, o Profeta. Elias era um poderoso profeta de Deus e tinha sido utilizado bastante ostensivamente em um ministério terreno. Mas agora Deus decidiu que seu ministério (propósito) na terra tinha sido atingido. Era hora de se aposentar. O trabalho para Deus naturalmente tem o melhor plano de aposentadoria e, que melhor lugar para aproveitar uma aposentadoria do que no Céu? Não foi como se Elias estivesse abandonando completamente seu ministério. Ele tinha um aprendiz, que trabalhava com ele, para substituí-lo. Seu nome era Eliseu. Agora Elias, sendo sábio e cheio de sabedoria divina, sabiá que Deus estava vindo para arrebatá-lo. Ele também sabiá que se seu jovem assistente Eliseu testemunhasse esse evento, sua fé seria grandemente fortalecida.

Uau! Leia com atenção as palavras sobre esse acontecimento, elas são impressionantes. E você pensava que a vida era tediosa e primitiva naqueles dias! Em II Réis 2.1-12 lemos: “ SUCEDEU que, quando o SENHOR estava para elevar a Elias num redemoinho ao céu, Elias partiu de Gilgal com Eliseu. E disse Elias a Eliseu: Fica-te aqui, porque o SENHOR me enviou a Bétel. Porém Eliseu disse: Vive o SENHOR, e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim foram a Bétel.Então os filhos dos profetas que estavam em Bétel saíram ao encontro de Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor por sobre a tua cabeça? E ele disse: Também eu bem o sei; calai-vos. E Elias lhe disse: Eliseu, fica-te aqui, porque o SENHOR me enviou a Jericó. Porém ele disse: Vive o SENHOR, e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim foram a Jericó. Então os filhos dos profetas que estavam em Jericó se chegaram a Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu SENHOR por sobre a tua cabeça? E ele disse: Também eu bem o sei; calai-vos. E Elias disse: Fica-te aqui, porque o SENHOR me enviou ao Jordão. Mas ele disse: Vive o SENHOR, e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim ambos foram juntos. E foram cinqüenta homens dos filhos dos profetas, e pararam defronte deles, de longe: e assim ambos pararam junto ao Jordão. Então Elias tomou a sua capa e a dobrou, e feriu as águas, as quais se dividiram para os dois lados; e passaram ambos em seco. Sucedeu que, havendo eles passado, Elias disse a Eliseu: Pede-me o que queres que te fáça, antes que seja tomado de ti. E disse Eliseu: Péço-te que haja porção dobrada de teu espírito sobre mim. E disse: Coisa difícil pediste; se me vires quando for tomado de ti, assim se te fará, porém, se não, não se fará.E sucedeu que, indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho. O que vendo Eliseu, clamou: Meu pai, meu pai, carros de Israel, e seus cavaleiros! E nunca mais o viu…”

Ver é acreditar. Eliseu observou enquanto Deus arrebatava Elias para o Céu e sabemos que tendo visto isso com os próprios olhos, foi grandemente encorajado e continuou com seu próprio e poderoso ministério terreno. Agora pense, o que acontecerá quando todos os crentes forem arrebatados? Na era atual, tenho certeza que será capturado em filme ou vídeo para que todos vejam, e a filmagem será mostrada por todo o mundo.

Bônus…

Eis um bônus do Velho Testamento que eu darei sem custo extra. Leia cuidadosamente as palavras do Profeta Isaías:

“Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos. Vai, pois, povo meu, entra nos teus quartos, e fecha as tuas portas sobre ti; esconde-te só por um momento, até que passe a ira.” Isaías 26.19-20

Novamente podemos ver o padrão de eventos chamado Arrebatamento. Os mortos viverão novamente, seus corpos subirão (serão arrebatados), se reunirão com os arrebatados vivos (nós, os crentes vivos hoje) e serão protegidos, fechados atrás das portas até que a ira de Deus tenha passado na terra.

O Que Você Está Esperando?

A Prova do Novo Testamento

Muito bem, isso foi legal, mas isso foi no Velho Testamento. E quanto ao Arrebatamento no Novo Testamento? Tudo bem, lá vamos nós. No Livro de Atos, capítulo 8, lemos a história de Felipe, um dos Apóstolos da Igreja Primitiva. Veja se você consegue encontrar o Arrebatamento nessa narrativa de seu testemunho a um oficial Etíope:

“E o anjo do SENHOR falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai para o lado do sul, ao caminho que desce de Jerusalém para Gaza, que está deserta. E levantou-se, e foi; e eis que um homem etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros, e tinha ido a Jerusalém para adoração, Regressava e, assentado no seu carro, lia o profeta Isaías. E disse o Espírito a Filipe: Chega-te, e ajunta-te a esse carro. E, correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes tu o que lês? E ele disse: Como poderei entender, se alguém não me ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se assentasse. E o lugar da Escritura que lia era este: Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, Assim não abriu a sua boca. Na sua humilhação foi tirado o seu julgamento; E quem contará a sua geração? Porque a sua vida é tirada da terra. E, respondendo o eunuco a Filipe, disse: Rogo-te, de quem diz isto o profeta? De si mesmo, ou de algum outro? Então Filipe, abrindo a sua boca, e começando nesta Escritura, lhe anunciou a Jesus. E, indo eles caminhando, chegaram ao pé de alguma água, e disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado? E disse Filipe: é lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus. E mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e o batizou. E, quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco; e, jubiloso, continuou o seu caminho. E Filipe se achou em Azoto e, indo passando, anunciava o evangelho em todas as cidades, até que chegou a Cesaréia.” Atos 8.26-40

Então, onde está o Arrebatamento? Numa passagem frequentemente ignorada, versos 39-40. Felipe é sobrenaturalmente removido do deserto e se materializa na cidade de Azoto de onde continua pregando o Evangelho em várias cidades. No verso 39, encontramos a palavra Grega “harpazo”, traduzida na versão King James como “levou para longe”. “Harpazo” significa “tomar posse repentinamente, à força” e é traduzida por “arrebatados” em I Tessalonicenses 4.17, onde o Arrebatamento reúne os crentes, tanto mortos quanto vivos, com o Senhor, num piscar de olhos. Então, o primeiro arrebatamento do Novo Testamento (isto é, depois de Cristo – Marcos 16.19) é uma SUPRESA, até mesmo para o Apóstolo!

Quer Mais? Continue Lendo!

I Coríntios 15.50-54

Nessa passagem, o Apóstolo Paulo descreve a transformação do crente no Reino Celestial de Deus. Um corpo humano corruptível, mortal, não pode entrar no Reino, portanto, os crentes receberão novos corpos que são incorruptíveis e imortais. Paulo revela um mistério: nem todos os crentes morrerão, mas alguns será trasladados para o Reino de Deus num piscar de olhos. Durante o Arrebatamento, Cristãos vivos entrarão diretamente no Reino sem experimentar a morte. Paulo usa o termo “dormir” que é uma expressão idiomática Grega ou metáfora para a morte física. Mas, quando um crente, morto ou vivo, é transformado, ele se torna imortal por toda a eternidade:

“Mas digo isto, irmãos, que carne e sangue não podem herdar o reino de Deus; nem a corrupção herda a incorrupção. Eis aqui vos digo um mistério: Nem todos dormiremos mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade. Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade…”

I Tessalonicenses 4.13-18

O Apóstolo Paulo novamente usa a metáfora para a morte física, desta vez explicando claramente que aquele Cristãos que tenham experimentado a morte física serão ressuscitados por Cristo. Aqui vemos novamente o Arrebatamento no verso 17, que é a palavra Grega “harpazo” traduzida no Português para “arrebatado”:

“Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele. Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem. Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.”

Apocalipse 12.5

A palavra Grega “harpazo” é novamente traduzida no Português para “arrebatado” em Apocalipse 12.5. Aqui ela é usada para descrever a ascensão de Cristo para o Céu; um evento de Arrebatamento demonstrado:

“E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.”

Lucas 24.49-53

No Evangelho de Lucas, Jesus diz aos Discípulos para aguardarem o Espírito Santo de Deus, o qual Jesus enviaria a eles após ascender para a mão direita do Pai. Ele ordena aos Discípulos que permaneçam na cidade de Jerusalém até que o Espírito venha sobre eles. Na cidade de Betânia, Jesus abençoa Seus Discípulos e Ascende para o Reino de Deus nas alturas. Seu Arrebatamento encontra-se no verso 51:

“E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai porém, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder. Então os levou fora, até Betânia; e levantando as mãos, os abençoou. E aconteceu que, enquanto os abençoava, apartou-se deles; e foi elevado ao céu. E, depois de o adorarem, voltaram com grande júbilo para Jerusalém; e estavam continuamente no templo, bendizendo a Deus.”

Atos dos Apóstolos 1.6-11

A Ascensão de Cristo ao Céu é descrita no primeiro capítulo de Atos; um livro escrito pelo mesmo autor do Evangelho de Lucas. O Apóstolo Lucas é classicamente conhecido como um médico que atentava para os detalhes. Como esperado, essa passagem contém uma grande quantidade de informações. Primeiro os Discípulos perguntaram a Jesus se Israel seria logo restaurada como Seu Reino. Jesus tinha outros planos, que incluíam o nascimento da Igreja Gentílica e a evangelização do mundo. Portanto, Jesus lhes disse que os tempos determinados (“tempos”) e quanto tempo passaria (“épocas”) eram um mistério de Deus o Pai e conhecido somente por Ele. Apesar de os sinais serem visíveis, o dia e hora exatos não são conhecidos. O evento de Arrebatamento demonstrado nesta passagem ocorre no verso 9, imediatamente após Jesus reafirmar a Grande Comissão. Repentinamente, dois anjos, que sempre aparecem como homens na Bíblia, informa aos Discípulos que a Segunda Vinda visível de Cristo ocorrerá de maneira semelhante, apesar de ao contrário:

“Aqueles, pois, que se haviam reunido perguntavam-lhe, dizendo: Senhor, é nesse tempo que restauras o reino a Israel? Respondeu-lhes: A vós não vos compete saber os tempos ou as épocas, que o Pai reservou à sua própria autoridade. Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra. Tendo ele dito estas coisas, foi levado para cima, enquanto eles olhavam, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles apareceram dois varões vestidos de branco, os quais lhes disseram: Varões galileus, por que ficais aí olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi elevado para o céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.”

Apocalipse 11.11-12

Em Apocalipse, capítulo 11, nós vemos um outro evento de Arrebatamento demonstrado, quando Deus ressuscita as Duas Testemunhas e as leva diretamente para o Céu aos olhos de todo o mundo:

“E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles, e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram. E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para cá. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram.”

Apocalipse 4.1

Em Apocalipse, capítulo 4, vemos ainda outro evento de Arrebatamento demonstrado, quando o Apóstolo João é chamado ao Céu para ver os eventos do futuro. Esse evento é muito parecido com o da jornada do Apóstolo Paulo em II Coríntios:

“DEPOIS destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu, e a primeira voz que ouvira, voz como de trombeta, falando comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.”

II Coríntios 12.2-4

Em II Coríntios, “harpazo” é novamente traduzida no Português para “arrebatado”, descrevendo o arrebatamento corpóreo do Apóstolo Paulo para o Céu. O Primeiro Céu é o firmamento acima da terra. O Segundo Céu inclui o que é chamado de Espaço Sideral. O Terceiro Céu é o lugar de habitação do Deus Todo Poderoso:

“Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo não sei, se fora do corpo não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até o terceiro céu. Sim, conheço o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei: Deus o sabe), que foi arrebatado ao paraíso, e ouviu palavras inefáveis, as quais não é lícito ao homem referir.”

Lucas 17.26-36

Jesus fala sobre o Arrebatamento no Evangelho de Lucas. Apesar de falar de dois eventos destrutivos, o importante é que focaliza no fato de que os crentes serão removidos por Deus antes que os tempos REALMENTE difíceis aconteçam sobre a terra, isto é, antes da ira de Deus ser derramada. Com relação a Sodoma e Gomorra, a destruição acontece depois que Ló partiu de Sodoma. O Arrebatamento é visto nos versos 34-36, que também demonstram que o evento acontecerá simultaneamente em cada um dos três principais fusos horários da terra. O trabalho no campo é feito pela manhã (36), a moenda é feita à tarde (35) e dormir, é claro, ocorre à noite (34):

“Como aconteceu nos dias de Noé, assim também será nos dias do Filho do homem. Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e os destruiu a todos. Como também da mesma forma aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os destruiu a todos; assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar. Naquele dia, quem estiver no eirado, tendo os seus bens em casa, não desça para tirá-los; e, da mesma sorte, o que estiver no campo, não volte para trás. Lembrai-vos da mulher de Ló. Qualquer que procurar preservar a sua vida, perdê-la-á, e qualquer que a perder, conservá-la-á. Digo-vos: Naquela noite estarão dois numa cama; um será tomado, e o outro será deixado. Duas mulheres estarão juntas moendo; uma será tomada, e a outra será deixada. [Dois homens estarão no campo; um será tomado, e o outro será deixado.]”

Mateus 24.37-44

Jesus novamente fala sobre o Arrebatamento no Evangelho de Mateus. Aqui, Ele fala novamente do destrutivo dilúvio. Entretanto, o ponto focal desta passagem é que a maior parte do mundo está ocupado com suas atividades “normais” de sua vida diária. Assim, eles não compreenderam o que estava por vir e os pegou de surpresa, a despeito da pregação de Noé. O Arrebatamento é visto nos versos 40-41 mas somente dois fusos horários são referenciados aqui. A palavra Grega “parousia” é traduzida aqui como “vinda”. Entretanto, a última parte declara absolutamente que o Arrebatamento será uma SURPRESA e ocorrerá em um dia normal, tedioso, quando nem mesmo os Cristãos pensarem:

“E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem. Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra. Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis.”

Lucas 21.34-36

Por quase 2.000 anos, os Cristãos têm ansiosamente esperado pelo Retorno de Jesus Cristo à terra. Essa éspera inspirou fervoroso evangelismo e firmeza nas tribulações. Jesus admoestou os Cristão a não se preocuparem tanto com os cuidados desta vida, pois podem se tornar infrutíferos. Jesus o Fiel será considerado digno de ESCAPAR as coisas terríveis que sobrevirão à terra nos Últimos Dias. Parece um “escapismo” ridículo, mas o próprio Jesus o ensinou:

“E OLHAI POR VÓS, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos CUIDADOS DA VIDA, e VENHA SOBRE VÓS DE IMPROVISO AQUELE DIA. Porque VIRÁ COMO UM LAÇO SOBRE TODOS os que habitam na face de toda a terra. VIGIAI, pois, EM TODO O TEMPO, ORANDO, para que SEJAIS HAVIDOS POR DIGNOS DE EVITAR TODAS ESTAS COISAS QUE HÃO DE ACONTECER, e de estar em pé diante do Filho do homem.”

O Grande Escape

Não Fique Para Trás

Ainda bem que ainda não é muito tarde, já que o Arrebatamento ainda não aconteceu. Ainda há tempo. Mas somente Deus sabe quanto tempo resta.Você ainda pode fazer alguma coisa a respeito.

Mas o tempo está se esgotando… não seja deixado para trás… Se o Arrebatamento já aconteceu, leia o que se segue, sua vida depende disso:

Após termos ido embora, eis o que você pode esperar e como você pode sobreviver à hora mais escura da história do Planeta Terra.

Primeiramente, se só agora você está lendo isto, após milhões de pessoas terem simultaneamente desaparecido do planeta – saiba que este evento está plenamente explanado na Bíblia. Os Cristão o chamaram de “Arrebatamento”, e simplificando, Jesus tomou os seus fiei para o Céu. O Apóstolo Paulo escreveu, anos atrás, sobre o Arrebatamento: “… nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados (I Coríntios 15.51-52).” Agora, nós já fomos transformados. Todos os que morreram como fiéis Cristãos em anos passados receberam novos corpos imortais, foram levados para o Céu e o restante de nós imediatamente os seguimos: “… nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor (I Tessalonicenses 4.17).”

Você está agora vivendo no Tempo do Fim. A Bíblia prediz grandes males e grandes desastres que estarão sobre a terra nos Dias Finais. Tendo a Igreja ido, Satanás irá literalmente “governar o mundo” por um curto período – menos de sete anos – antes que Jesus apareça fisicamente, para guerrear contra ele (Jesus Cristo aparecerá primeiramente sobre o Monte das Oliveiras, a leste de Jerusalém, e ele se dividirá em dois – Zacarias 14.4). Você ainda tem a chance de estar do Seu lado. Não acredite no que quer que os cientistas do mundo, líderes religiosos e governos ofereçam como explicação para o nosso desaparecimento. Eles muito provavelmente dirão que óVNIS ou extraterrestres certas pessoas “fracas” ou “resistentes”, para preparar espiritualmente a humanidade para uma Era Dourada, ou Utopia. Isso é uma falsidade que a bíblia declara irá enganar aqueles que recusaram a mensagem do Evangelho: “A esse (A Besta, do Livro do Apocalipse) cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade (II Tessalinicenses 2.9-12).” Leitor, agora é a hora de você ter “o amor da verdade para ser salvo.” Quer sejam óVNIS ou qualquer outra explicação, saiba que Deus pré-ordenou que a uma grande falsidade será permitido enganar aqueles que recusaram o Evangelho. Até agora, esse número incluiu você. Espero que o Arrebatamento, o fato de que – assim como certos outros acontecimentos que você testemunhará em breve – foi profetizado na Bíblia, e resumido antes do tempo para você aqui, tenha trabalhado para convencê-lo da verdade da Palavra de Deus. Você fará bem em crer no restante dela daqui para frente.

Em breve, um sistema mundial unificado emergirá, e reunirá todas as nações um único sistema político e religioso global – uma nova ordem mundial. Em breve essa Besta, e seu sistema global, oferecerá oposição na terra a quem for Cristão nesta era: “… e vi subir do mar uma … e o dragão (Satanás) deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio … E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu (dizendo mentiras convincentes sobre nós, os arrebatados). E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; E DEU-SE-LHE PODER SOBRE TODA A TRIBO, E LÍNGUA, E NAÇÃO (seja advertido agora – a Bíblia já predisse que o sistema mundial que evoluirá é dirigido por Satanás – não seja enganado). E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto (Jesus Cristo que verteu seu sangue para morrer pelos pecados e resgatar as almas para o Céu) … Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada (esse bem pode ser você, se você receber a Jesus Cristo agora e rejeitar o sistema mundial, mas há boas notícias chegando) … (Apocalipse 13.1-10).”

Saiba que esse homem será considerado um grande pacificador e líder. Ele é um enganador e poderá ele mesmo ser enganado. Mas a Bíblia predisse o seu reino e você não poder se tornar parte desse sistema mundial, ou estará perdido para sempre. O discípulo da Primeira Besta (há duas Bestas preditas) em breve estabelecerá uma moeda mundial, que operará eletronicamente através de uma marca, ou tatuagem a laser, talvez mesmo um código de barras ou algo similar, na pele da pessoa: “E vi subir da terra outra besta … E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. … E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome Apocalipse 13.11-17).” NÃO RECEBA ESSA MARCA, MESMO QUE LHE CUSTE A VIDA! RECEBÊ-LA LHE CUSTARÁ SUA ALMA ETERNA! “… Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus … e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus (Apocalipse 14.9-12).”

O custo imediato por recusar esta marca será que você não poderá comprar comida, ou qualquer outra coisa, e talvez nem mesmo possuir propriedade – já que você não será considerado cidadão dessa Nova Ordem Mundial. Não tema, assim como foi para muitos antes, o Próprio Deus sempre prometeu ser um “Provedor” para os Seus. Haverão outros Cristãos para você se juntar, que também receberão provisões miraculosas do Céu, assim como os Israelitas receberam o Maná e as codornizes (Êxodo 16). Evite, entretanto, igrejas que foram pouco afetadas pelo Arrebatamento, e que negam que o desaparecimento foi Jesus chamando Sua Esposa para casa – eles estarão racionalizando o porquê de ainda estarem aqui. Sua liderança não era verdadeira para com Jesus, e são o que a Bíblia chama de “apóstatas”, que significa “os que caíram do caminho”. Mas você encontrará grupos de crentes que confessaram terem sido infiéis, ou “mornos”, mas que agora se arrependeram e estão prontos para pregar o Evangelho até O Fim. Todos esses Cristãos sabem que morrerão por sua fé, e por sua oposição ao espírito do anticristo, que dômina a religião mundial. Essa é chamada “Babilônia” na Bíblia, uma igreja prostituída. Cedo ou tarde, você também morrerá por sua fé, se você orar agora recebendo a Cristo, mas não tema. Esse é o Final dos Tempos e você logo será ressuscitado: “… e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus … e que não adoraram a besta … e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos … Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos(Apocalipse 20.4-6).” Sim, se você orar a Jesus agora, você passará por sofrimento, mas reinar com Cristo será o seu destino. Creia na verdade. Apesar das circunstâncias que o trouxeram a este momento, Deus ama você. Você será, um dia, considerado um herói da fé por causa do que suportará no futuro próximo. Saiba que valerá a pena. “Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus (Apocalipse 22.20).”

2 comentários:

  1. Muito forte e interessante esse estudo! Me ajudou muito;

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde!
    Meu caro autor do post, par que acrescentar as Escrituras colocando os versos fora da sua ordem tribulacional?

    O arrebatamento não acontecerá "A QUALQUER MOMENTO" como dizes; muito pelo contrário, "O MOMENTO DELE" ocorrerá somente "NOS DIAS DO TOQUE DA SÉTIMA OU ÚLTIMA TROMBETA, como ensinaram Paulo e João:
    “… nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; Num momento, num abrir e fechar de olhos, ANTE (em presença, nos dias) da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados (I Coríntios 15.51-52).”

    “Mas NOS DIAS DA VOS DO SÉTIMO ANJO, quando tocar a sua trombeta, SE CUMPRIRÁ O SEGREDO DE DEUS (o arrebatamento), como anunciou aos profetas seus servos”. Apoc. 10:7.

    Estudos escatológicos seguidos de vários gráficos sem os erros Teológicos, pelo E-mail:Jaime.ap@hotmail.com

    Jaime e Júlio - Curitiba Pr.

    ResponderExcluir